Palavra do Presidente

 

ACREDITAMOS EM VOCÊ!  

presidenteRevendedores, vivemos dias angustiantes, com familiares e amigos sofrendo com a pandemia que assola o mundo e castiga o País com extrema virulência. É notória a dificuldade da defesa da saúde pelas organizações sanitárias públicas e privadas do Brasil. Consternada a Confenar se une às preces dos seus associados e se solidariza com todos aqueles que foram atingidos direta ou indiretamente pelo novo coronavírus.


Como consequência da crise na saúde tivemos muitas dúvidas se deveríamos fazer o Agenda neste ano, discutimos e detalhamos cada momento do que poderia ocorrer. Pesou na decisão a tradição deste encontro, esperado anualmente com ansiedade pelos associados, que aguardam treinamentos, congraçamento, troca de melhores práticas e apresentação dos planos da Ambev. Justamente neste ano do acordo entre a Ambev e a Confenar este evento teria mais importância e era mais aguardado. Finalmente construímos um modelo para garantir sucesso nas apresentações, característica de nossos eventos, sem colocar em risco a imunidade dos envolvidos que necessitavam estar presencialmente. A Diretora de Comunicação da Confenar, a incansável Adriana Neves, aceitou o desafio e com uma equipe de abnegados conseguiu fazer um evento que superou qualquer expectativa, com brilhantismo tanto no ambiente interno como na promoção dos patrocinadores e na exposição de produtos dos fornecedores.


O Agenda teve muitos pontos altos, várias manifestações corretas e profissionais, mas uma superou todas as expectativas. O presidente, Jean Jereissati, visivelmente emocionado, externou com clareza os momentos difíceis que encontrou em sua volta ao Brasil, a desconfiança mútua que prejudicava o relacionamento Ambev e Confenar e o desconsolo ao sentir a impossibilidade de interromper as querelas administrativas e judiciais, que tramitavam na Câmara de Mediação Brasil Canadá, Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE e na Justiça Comum. Reconheceu que o distanciamento existente não era momentâneo, mas sim o reflexo de decisões erradas ao longo dos anos; queixou-se que os revendedores não acreditavam na Ambev e nem nele. Entretanto sua mensagem principal foi de confiança no futuro, de um relacionamento próximo, de respeito às Instituições.


Este momento difícil, a tendência para o embate que norteou a Ambev e a Confenar agora é passado, fica o aprendizado para ambas as partes de como não proceder. A postura hoje está totalmente reformulada, há compreensão entre as partes, todos se respeitam e não mais existe a relação “senhor e súdito”, os revendedores são empresários e aliados, e conseguirão não só manter a liderança de mercado da Ambev como ainda ampliá-la.


O relacionamento profissional, em clima de absoluta confiança, tornou possível a contratação conjunta de uma única consultoria, de conceito elevado mundialmente, a PricewaterhouseCoopers – PwC, para validar a nova remuneração, que fez parte do acordo Ambev e Confenar recentemente assinado, que propiciou ganhos imediatos na média das revendas no Brasil de R$ 7,00 por hectolitro e mais R$ 1,00 por hectolitro a partir de janeiro de 2021. Esta consultoria também foi contratada para elaborar um manual consolidando todas as regras que constroem o modelo de remuneração das revendas, englobando frete, carreto e margem.


Esta nova fase de relacionamento conjunto, com a completa integração entre os negociadores da Confenar – Mário Peres, Paulo
Tosello, Erick Nassif e Thelmo Cargnelutti – com os executivos da Ambev – André Macatrão e Marcelo Begliomini – e com a inestimável serenidade e experiência do Pedro Maciel, propiciou a criação de quatro comitês mesclando profissionais da Ambev e da Confenar, a saber: Comitê de Produtividade, comandado pelo Erick Nassif, com a colaboração do Hélio Palma Arruda e do André Stormowski, objetiva conseguir ganho suplementar de R$ 4,50 por hectolitro na média Brasil, por meio da redução de custos e pela divulgação e implantação de melhores práticas desenvolvidas pelas revendas. O projeto de rentabilidade já se estendeu por 60% da Rede e com a parceria da Integramax serão realizadas negociações com fornecedores de bens de ativo e de consumo, que permitirão redução dos custos operacionais das revendas. Com relação à tecnologia, este comitê divulga trabalhos das funcionalidades disponíveis no Promax e ainda não implementadas nas revendas.


Comitê Comercial: comandado pelo Mário Peres, com a colaboração do Erick Tinoco e do Junior, da Marbela, tem tido reuniões extremamente positivas e discutido a possibilidade de aumentar não somente o montante de recursos à disposição dos revendedores para ações de mercado, hoje fixados em R$ 1,00 por hectolitro, mas também o porcentual de retorno e a forma de investimento das Despesas de Propaganda e Publicidade (DPP) pago pelas revendas para ser aplicado diretamente no mercado de atuação da revenda. Estão procurando também desenhar um modelo inteligente de acompanhamento de preços e ações de mercado para pôr fim às invasões de áreas e migração de produtos entre canais, preocupação constante das revendas.
Comitê de Sustentabilidade, comandado pela Adriana Neves, com a colaboração da Mariela Baptista e da Maria Eugênia, garantirá à Confenar papel de destaque no amplo e preocupante campo do desenvolvimento sustentável, não restrito a preservação do meio ambiente, mas formado por conjunto de ideias, estratégias e demais atitudes corretas, economicamente viáveis, socialmente justas e culturalmente diversas.


Comitê de Vendas Complementares, comandado pelo Victor Simas, com Karl Lang e Pedro Ciccotti, objetiva incremento médio de R$ 3,50 por hectolitro na remuneração. A Ambev já operava experimentalmente em uma plataforma digital adquirida no mercado, o “Menu.com”. Durante desenvolvimento deste comitê, a Ambev resolveu abandonar esta plataforma, substituindo por uma própria, muito mais moderna e eficiente, testada internacionalmente e comandada pelo Ricardo
Tadeu, Projeto BEES. Este projeto foi implantado como piloto bem-sucedido em duas revendas próprias da Ambev, em Caxias do Sul e no Rio de Janeiro. No mês de outubro quatro revendas associadas da Confenar, nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul, também participarão do piloto. Está programado o desdobramento deste projeto para todo o Brasil durante o ano de 2021.


A interação Ambev e Confenar não se restringe apenas aos comitês mistos. A Integramax e a
Ambev, juntas, realizaram concorrência para aquisição de caminhões e implementos alcançando preços extremamente vantajosos, motivando a compra de mais de 300 unidades pelas revendas. Outras concorrências conjuntas serão realizadas nos próximos meses.


Em razão do inesperado consumo durante o período de pandemia, a Ambev está com dificuldades para reestabelecer a produção normal, criando problemas de abastecimento para as revendas. Por causa da falta das embalagens de lata no mercado interno, a Ambev está importando volumes adicionais provenientes de vários países. Todas as possibilidades para evitar desabastecimento no período de verão estão sendo equacionadas; a situação está difícil, mas a
Ambev tem colocado a Confenar a par das providências tomadas com total transparência.
Jean Jereissati: a Confenar e todos os seus associados confiam e acreditam na sua liderança! Todos têm orgulho e se sentem
Ambev. Conte conosco, pois juntos comandaremos o mercado.

Abraços!

Ataíde Gil Guerreiro,
Presidente da Confenar.

 

ATENDIMENTO
Rua Guararapes, 1.855 - 6º andar
Brooklin Novo - São Paulo - SP
+11 5505-2521 - email: atendimento@confenar.com.br
ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS

ASSESSORIA DE IMPRENSA
PLANIN | (11) 2138-8930
confenar@planin.com

© 2019 - Todos os direitos reservados