Jornal Mural


Auxílio às revendas

Há três anos, a união das frentes de Frete, Atendimento e Carreto deu origem a um grupo de trabalho integrado. No ano passado, adicionamos a equipe de Remuneração ao Comitê, que agora se chama FARC. Na aliança, fizemos questão de manter os líderes de cada frente.

Nosso comitê surgiu com o objetivo de negociar projetos e demandas que buscam soluções tanto para as revendas quanto para os nossos parceiros.

Com essa proposta, escolhemos o mais importante evento da nossa categoria, o Agenda Confenar (em 2010 e em 2011), para entregar diversas ferramentas de gestão e treinamento para carreto e frete, sempre com o objetivo de qualificar as distribuidoras associadas à Confenar.

Com o grupo consolidado, contamos com a experiência do nosso vice-presidente, Victor Cirne de Simas, para auxiliar e liderar os trabalhos do Comitê.

Neste ano, seguiremos trabalhando na busca de soluções que visem corrigir distorções no sistema de remuneração e avançar na correção do carreto, gerando uma remuneração justa e atrativa para a Rede.

Contem sempre conosco!


Thelmo Cargnelutti
Líder do Comitê de Carreto e Conselheiro da Confenar

Perigo nas estradas

Segundo os dados da NTC&Logística (Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística), no ano de 2010 foram registrados mais de 12.850 roubos de cargas nas rodovias brasileiras, o que representou um prejuízo de R$ 880 milhões às empresas do País. Entre os produtos mais visados pelos assaltantes estão eletroeletrônicos, cigarros, bebidas, autopeças e produtos farmacêuticos.

Para que as revendas instruam seus funcionários a agirem de forma preventiva durante as entregas, listamos os principais procedimentos de segurança indicados pelo Setcesp (Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região).

Antes de partir

  • Abasteça o tanque para evitar paradas logo no início do deslocamento.
  • Certifique-se de que todos os departamentos envolvidos saibam o trajeto a ser percorrido.
  • Mantenha comunicação com a empresa e familiares ao longo do percurso.
  • Providencie todos os contatos que possam ser úteis no apoio ao deslocamento ou em situações de emergência.
  • Compreenda, detalhadamente, o plano de rotas definido para a operação.

Ao longo da viagem

  • Siga rigorosamente os procedimentos operacionais estabelecidos pela revenda.
  • Viaje, sempre que possível, somente no período diurno. Se for viajar à noite, certifique-se de completar o tanque.
  • Evite atalhos ou estradas secundárias para reduzir a quilometragem ou evitar postos fiscais.
  • Desconfie de carros que estejam andando na retaguarda do seu veículo por muito tempo.
  • Fique atento ao ser parado em barreiras móveis, tanto policiais quanto fiscal.
  • Certifique-se de que não seja uma falsa blitz conduzida por indivíduos disfarçados.
  • Cuidado com os obstáculos no caminho, alguns tipos (troncos barrando a rodovia, animais amarrados etc.) são indicativos de ação de assaltantes.
  • Atenção quanto às “informações” de outros motoristas (como, por exemplo, “o seu pneu está furado” ou “está vazando combustível”). Procure checar o fato sem parar o veículo. Se for necessário parar, tente chegar a um lugar seguro.
  • Ao passar embaixo de viadutos e passarelas, cuidado com objetos que possam ser arremessados. Caso ocorra essa si-tuação, evite parar o veículo perto do local da ocorrência.
  • Negue carona, em qualquer situação, a pessoas desconhecidas.
  • Evite tomar sucos ou bebidas vendidas por ambulantes em faróis, cruzamentos e estradas, pois podem conter soníferos destinados a neutralizar o motorista.
  • No caso de parar em uma blitz policial, seja cortês e apresente os documentos necessários. Procure memorizar o nome no uniforme, para denunciar, em caso de abuso de poder ou atitude estranha.
  • Em áreas urbanas, fique muito atento às situações de trânsito lento. Mantenha as portas travadas e os vidros sempre levantados.

Na próxima edição do Jornal Mural Confenar apresentaremos mais dicas de segurança.
Fique atento!

Cuidados no uso e conservação dos uniformes e EPIs:

Siga sempre as instruções da etiqueta afixada na roupa, pois cada símbolo significa um cuidado diferente em relação à lavagem, secagem e passadoria. É fundamental a lavagem freqüente das peças, pois a gordura e o suor do corpo são levemente corrosivos e, se não removidos, danificam as fibras do tecido.

Não lave as peças com produtos a base de cloro ou alvejantes e não as esfregue com escova ou friccione sobre a pedra do tanque. Essas práticas desgastam a superfície do tecido, afetando, conseqüentemente, a uniformidade das cores.

Use sabão neutro ou sabão em pó específico para roupas coloridas. Deixe o sabão ou detergente dissolver-se totalmente antes de adicionar o uniforme. Não deixe de molho em hipótese alguma, principalmente para peças com mistura de cores e malhas. Cores fortes devem ser lavadas separadamente e com muita água, para garantir a eliminação do excesso de corantes que se desprendem normalmente nas primeiras lavagens.

Recomenda-se que a secagem do uniforme seja feita à sombra. No caso de secagem ao sol, esta deverá ser feita pelo lado avesso da roupa. Passe a ferro em temperatura média e, se possível, pelo avesso. Não passe o ferro quente sobre os emblemas.

Calçados em couro devem ser engraxados sempre, pois isso amplia muito a sua vida útil.

Fim da 3ª placa

O Conselho Nacional de Trânsito suspendeu a Resolução 370 do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) que determinava como obrigatório o uso do Dispositivo Auxiliar de Identificação – adesivo fixado à carroceria do caminhão com informações do número da placa e a cidade de origem do veículo.

Também chamado de terceira placa, o dispositivo era obrigatório em veículos de carga com peso bruto total superior a 4.536 kg.

A NTC&Logística aconselha, para quem ainda não adquiriu o dispositivo, a adiar sua compra e a aguardar as próximas decisões do DPRF.

100 – Este é o número do Disque-Denúncia nacional sobre violência sexual contra crianças e adolescentes

O Jornal Mural da Confenar é um informativo com notícias e novidades sobre a Confederação. Para participar do informativo, envie um e-mail para confenar@confenar.com.br ou telefone para (11) 5505-2521

Coordenação geral: Adriana Neves e Aldenizio Bezerra | Produção: PLANIN (11) 2138-8900 | Direção: Angélica Consiglio (MTB 24182) | Edição: Lilian Cunha | Textos: Elaine Alves, Juliana Tonello e Ricardo Nóbrega| Design: Felipe Serafim e Vinicius Gallo | Gráfica: Coan Indústria Gráfica

Outras edições

ATENDIMENTO
Rua Guararapes, 1.855 - 6º andar
Brooklin Novo - São Paulo - SP
+11 5505-2521
atendimento@confenar.com.br / financeiro@confenar.com.br
ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS

ASSESSORIA DE IMPRENSA
PLANIN | (11) 2138-8930
confenar@planin.com

© 2019 - Todos os direitos reservados